Chegou em Castanhal tratamento de ponta em cicatrização de feridas, entre elas o “pé diabético”


Castanhal agora conta com uma modalidade terapêutica de ponta, indicada para uma série de doenças, entre elas o “pé diabético” e demais lesões de difícil cicatrização. Trata-se da oxigenoterapia hiperbárica,  que consiste na oferta de oxigênio puro num ambiente pressurizado.

Trazido pela Oxygen – Medicina Hiperbárica, sob a responsabilidade técnica do dr. Silvio Nunes (CRM PA-5533), o tratamento é feito em câmara hiperbárica, equipamento totalmente fechado no qual é possível respirar oxigênio puro (100%), enquanto que em condições ambientes respiramos aproximadamente 21% de oxigênio.

Paciente sendo submetido a uma sessão, dentro da câmara hiperbárica

“Quando não há oxigênio suficiente as lesões podem apresentar dificuldade para cicatrizar, ou até não curar mesmo com tratamento adequado. A aplicação do oxigênio hiperbárico se soma e torna mais eficientes todas as demais medidas para o tratamento de feridas”, explica o especialista.

Castanhal será o segundo município do Estado a oferecer o tratamento. No Pará, até o momento, apenas em Belém se encontrava a oferta da Medicina Hiperbárica. Na Cidade Modelo, no entanto, o tratamento é feito em câmara monopaciente, diferente das demais unidades.

Técnica especializada introduzindo o paciente na câmara e garantindo as condições necessárias ao tratamento

Reconhecida como modalidade terapêutica, a oxigenoterapia hiperbárica deve ser aplicada por um médico e todas as indicações regulamentadas pelo Conselho Federal de Medicina, através da resolução CFM 1.457/95.

INDICAÇÕES DA TERAPIA HIPERBÁRICA

  • Embolia gasosa
  • Doença descompressiva
  • Embolia traumática pelo ar
  • Gangrena gasosa
  • Síndrome de Fournier
  • Outras infecções necrotizantes de partes moles: celulites, fasceítes e miosites
  • Vasculites agudas de etiologia alérgica, medicamentosa ou por toxinas biológicas (aracnídeos, ofídios e insetos)
  • Lesões por radiação: radiodermite, osteorradionecrose e lesões actínicas de mucosas
  • Anemia aguda, nos casos de impossibilidade de transfusão sanguínea
  • Isquemias traumáticas agudas: lesão por esmagamento, síndrome compartimental, reimplante de extremidade amputada e outros
  • Queimaduras térmicas ou elétricas
  • Lesões refratárias: úlceras de pele, pé diabético, escaras de decúbito, úlceras por vasculites auto-imunes, deiscências de sutura
  • Osteomielite
  • Retalhos ou enxertos comprometidos

SERVIÇO

Oxygen – Medicina Hiberbárica

Endereço: Associação Beneficente São José (avenida Presidente Vargas, n 3506).

Telefones: (91) 9172-0223

Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira: de 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *